“Servir e Proteger”, com mão estendida e ombro amigo

com-mão-estendida-e-ombro-amigo
Compartilhar com:
TUDO QUE REALMENTE VALE A PENA FAZER É O QUE FAZEMOS PELOS OUTROS, É UM DOS SEGREDOS DA VIDA

TUDO QUE REALMENTE VALE A PENA FAZER É O QUE FAZEMOS PELOS OUTROS, É UM DOS SEGREDOS DA VIDA Ontem à noite (23), a Força Tático do 6° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, equipe formada pelo Sargento VANDERLEI, Cabos CAMILLO e PRUDENTE, estava em patrulhamento na região de São Caetano do Sul, precisamente pela Avenida Dos Estados, quando se deparou com uma enchente e forte correnteza. Várias pessoas gritavam desesperadamente por socorro em seus veículos, que estavam ilhados em meio à água.Então, os Policiais Militares se uniram para socorrer aquelas pessoas, ajudados por mais outros patrulheiros, Sargento LUCAS MENDES, Cabos GALASTRI e FERRAREZI. As imagens não mostram, mas quando resgatados, os jovens estavam com água até a altura da cintura, e, foi então que alguns deles foram carregados pelos Policiais Militares, até que alcançassem a área sem água, a parte mais segura. As equipes conseguiram realizar o salvamento de todas as vítimas naquele local.#podeconfiarpmespCOMUNICAÇÃO SOCIAL PMESP

Posted by Polícia Militar do Estado de São Paulo on Saturday, November 24, 2018

Nova postagem do Facebook da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), com o título — TUDO QUE REALMENTE VALE A PENA FAZER É O QUE FAZEMOS PELOS OUTROS, É UM DOS SEGREDOS DA VIDA —, contém notícia sobre a ações de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, capazes de demonstrar o “Servir e Proteger”, com mão estendida e ombro amigo. 

Conforme se vê no vídeo destacado acima, na noite da última sexta-feira (23), policiais militares, integrantes “do 6° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano”, patrulhavam as vias públicas, “na região de São Caetano do Sul, precisamente pela Avenida Dos Estados,” após um forte temporal. Houve dificuldades à quantidade de águas se deslocarem às vias coletoras, inundando-se as vias públicas com “forte correnteza”. 

Aqueles policiais militares, o “Sargento VANDERLEI” e os “Cabos CAMILLO e PRUDENTE” ouviram os gritos das pessoas, clamando por socorro, no interior de seus veículos, pois estavam ilhados em meio à água.” Então, comprometidos dom lema de “Servir e Proteger”, com mão estendida e ombro amigo, aqueles policiais Militares uniram-se a outros “para socorrer aquelas pessoas”.

As ações dos policiais militares paulistas foram indispensáveis àquelas pessoas, vítimas da forte chuva, mas que tiveram suas vidas preservadas. A postagem destacou que as “imagens não mostram, mas quando resgatados, os jovens estavam com água até a altura da cintura, e, foi então que alguns deles foram carregados pelos Policiais Militares, até que alcançassem a área sem água, a parte mais segura.”

Com as informações da PMESP

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *