São Tomé e Príncipe sediou os XI Jogos Desportivos da CPLP

São Tomé e Príncipe sediou os XI Jogos Desportivos da CPLP

02/08/2018 Atualização 0
Compartilhar

No Facebook da Polícia Nacional de São Tomé (PNSTP) e Príncipe, uma postagem divulgou, conforme se vê no vídeo abaixo, a abertura dos XI Jogos Desportivos da Comunidade dos Países de Língua Portugesa (CPLP).

 

#JOGOSdaCPLP2018Abertura oficial dos jogos da CPLP,21 de Julho de 2018 é mais uma data histórica. A primeira vez que São Tomé e Príncipe organiza os Jogos da CPLP, juntando assim os 9 países da comunidade.Um marco conquistado com esforço e muita garra, o resultado é visível. Um momento de orgulho para todos os São-tomenses bem como todos aqueles que juntos tornaram este momento possível.Viva o desporto! PARABÉNS STP!Fonte: WK Produções

Posted by Abdu Sousa on Thursday, July 26, 2018

 

A primeira realização Jogos Desportivos da CPLP ocorreu setembro de 1992, em Lisboa, e a penúltima realização aconteceu em julho de 2016, na cidade da Praia, em Cabo Verde, segundo os registros da imagem seguinte:

Fonte:  CPLP

 

No período de muita alegria, vivenciado pelos são-tomenses, com o acolhimento das 690 pessoas — sendo “78 participantes por Estado membro da CPLP”, segundo informações publicadas no portal daquela Entidade —, “entre atletas, juízes, apoio médico e demais delegações, como técnicos e dirigentes, vindos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial (pela primeira vez), Moçambique, Portugal e Timor-Leste.”

Antes de finalizar suas atividades, previstas para este 2 de agosto de 2018, o comando da PNSTP fez publicar, no portal da instituição policial, a seguinte postagem:

XI JOGOS DESPORTIVOS DA CPLP
Balanço geral
Comunicado de Imprensa

Tendo terminado os XI Jogos Desportivos da Comunidade dos Países de Língua Portugesa (CPLP), realizados, pela primeira vez, em São Tomé e Príncipe, e considerando a nossa pouca experiência na organização de eventos desta magnitude, estamos convictos que, com a colaboração e em coordenação com as demais Forças e Serviços de Segurança (UPDE, SMF, SNPCB), as FASTP e a PJ, conseguimos dar resposta positiva e cumprimos os nossos objectivos, no âmbito da Estratégia de Segurança delineada para o evento.
O papel da Subcomissão de Segurança assentou-se, fundamentalmente, nas medidas necessárias para garantir a segurança e a protecção de pessoas e dos seus bens, nomeadamente os atletas, as respectivas equipas técnicas, dirigentes, adeptos e demais figuras que fizeram parte destes Jogos, garantindo também a ordem e a tranquilidade pública dentro e fora dos locais do evento.
O policiamento esteve orientado, essencialmente, para o apoio, informação e monitorização dos espectadores, o que contribuiu para a garantia da segurança em todos os locais do evento.
No cumprimento da estratégia delineada para os XI Jogos Desportivos da CPLP, activou-se o Centro de Comando e Controlo, sedeado no Liceu Nacional (Vila Olímpica), às 140015JUL18, e em conjunto o policiamento e o patrulhamento do mesmo espaço, com vigilância 24/7, até 180002AGO18.
Para as operações programadas e as respectivas acções de policiamento, as Forças envolvidas no teatro de operações disponibilizaram ao todo, mais de 350 elementos que, em missões concertadas e profissionalismo, permitiram que não houvesse incidentes, sendo certo que as acções de prevenção foram fundamentais para o sucesso de toda a missão.
Inevitavelmente houve situações que causaram transtornos, não só à Segurança, mas foram situações pontuais que nos permite tirar ilações para os próximos eventos, pois, desde a chegada ao País das primeiras delegações, em 15JUL, os 350 elementos das Forças de Segurança e de Defesa destacados estiveram em alerta máximo para garantir a segurança deste evento que muito nos orgulha, pois estiveram no País mais de 500 participantes, entre dirigentes, atletas, equipas técnicas, árbitros, imprensa, emergência médica, pessoal de apoio à organização local, e milhares de são-tomenses e estrangeiros residentes no território nacional.
Não registou-se incidentes dignos de relevo durante o evento, somente pequenas ocorrências nos recintos desportivos que foram resolvidas com a aplicação dos devidos meios coercivos, resultando na detenção no Estádio Nacional 12 de Julho de dois indivíduos por ofensas corporais.
As cerimónias de abertura e de encerramento decorreram sem incidentes, e destacamos a festa que viveu-se nestes dois grandes momentos do evento.
Após o término das competições, as delegações foram deixando o território nacional a partir do dia 24JUL, sendo que os últimos participantes a deixarem o País o farão às 200002AGO18.
Neste balanço, não podemos deixar de agradecer ao Governo são-tomense, a Portugal, através da PSP e da GNR, à Angola, através da PNA, aos respectivos Embaixadores acreditados no nosso País, e a todos que, directa ou indirectamente, estiveram, a vários níveis, envolvidos na realização deste grande evento desportivo.
Apesar de alguns actos isolados, realçamos também o espírito de colaboração das delegações, dos dirigentes, dos adeptos e da população em geral, pois tornaram possível uma convivência num clima de verdadeira festa do desporto, adoptando comportamentos de “fair-play” e de amizade entre todos.

Um bem-haja a todos!

Pela Ordem e pela Paz ao serviço da Nação!
Por mais e melhor São Tomé e Príncipe!

Com as informações da CPLP e PNSTP

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *