“Internacionalização da Polícia”, no discurso da Rainha Elizabeth II.

rainha-elizabeth-II
Compartilhar com:

“O sol nunca se põe, no Império Britânico…”

A pretensão da frase destacada ganha muita força no discurso da Rainha Elizabeth II. Isso porque, mais uma vez, a ilustre monarca, chefe de Estado do Reino Unido, compareceu à cerimônia de abertura dos trabalhos do “Parlamento para o ano que virá”. Naquela Casa Legislativa, Elizabeth II fez o tradicional pronunciamento, na Câmara dos Lordes, a mais alta do Parlamento Britânico. Na oportunidade, ratificou a decisão tomada de que, no próximo 31 de outubro deste 2019, o Reino Unido deixará o bloco da União Europeia. Mas, qual foi a mensagem da principal representante da monarquia britânica, Mater et Magistra, aos súditos do Reino Unido, nesses tempos de crises, e aos povos do planeta Terra? Qual é o significado da propagada globalização enfatizada pela Rainha Elizabeth II?

Não, há, na mídia nacional, considerações diversas das que foram apresentadas. Cada um dos veículos contou segundo suas particularidades. Algumas encarregaram, ainda, da vestimenta e da quantidade de joias usadas pela rainha pois a ocasião era muito mais do que simbólica.

Contudo, na busca de algumas respostas aos questionamentos anteriores, vale a pena conhecer a opinião de Débora Gomes Barbosa, uma brasileira, que é Mestra em Inteligência de Estado e residente numa das cidades britânicas. Para ela, há, no discurso da rainha, prevalência do uso de pronomes possessivos. Posicionamentos favoráveis à parceria, com a UE, notadamente nas questões inquietantes, como a livre imigração, não se esquecendo da “migração global”. Na esteira da evidenciada globalização, destacou-se, também, a tecnologia 5G, proteção ao meio ambiente, além do mencionado sistema de internacionalização da polícia e educação para garotas, dentre outros temas. Veja o vídeo e faça suas conclusões.

Ah! Talvez voce esteja interessado em ver outro vídeo que  mostra o discurso da Rainha Elizabeth II, na abertura dos trabalhos, no mesmo Parlamento, em 59 anos atrás.

Com as informações das fontes citadas e foto da BBCNews.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *