Décimo Aniversário de Instalação da MesaMariano.

Posse de Gestores e Acadêmicos.

Às 9h30min de 6 de março de 2020, no Auditório da Fundação Guimarães Rosa ( Rua das Chácaras, 210, Bairro Mantiqueira/Venda Nova, Belo Horizonte – MG), realizou-se a trigésima sétima reunião da Academia Epistêmica de Mesa Capitão-Professor João Batista Mariano – Mesa Mariano, em Sessão Comemorativa do DécimoAniversário de Instalação do referido Areópago Epistêmico (ocorrido em 25 de fevereiro de 2020), presidida pelo Acadêmico Epistêmico-Fundador João Bosco de Castro e secretariada por Fernanda Ramos Amâncio, para cumprimento dos seguintes Pontos Relevantes: 1) Posse dos Gestores para 2020-2025;  2)Posse da Acadêmica Epistêmica Odontóloga  Beatriz Campos de Paulo e Castro e dos Acadêmicos Honorários Coronel Gentil Alberto de Menezes, Jornalista José Passos de Carvalho e Sociólogo Paulo Roberto de Sousa Lima; 3) Celebração dos Dez Anos de Instalação da MesaMariano; 4) Ratificação do Acadêmico Epistêmico-Fundador João Bosco de Castro como Presidente de Honra Vitalício da MesaMariano, concomitantemente com sua atual situação de Presidente do mesmo Sodalício de Saberes e Sabedoria.

            Como Gestores para 2020-2025, reeleitos, foram ritualisticamente empossados: Presidente – Acadêmico Epistêmico-Fundador João Bosco de Castro; Orador (cumulativamente com as atividades de Vice-Presidente) – Acadêmico Epistêmico José Xisto da Silva Barros. Ambos receberam Diploma de Posse.

            O Jornalista José Passos de Carvalho, por motivo de saúde, não compareceu à Sessão, mas sua posse foi efetivada em termo competente firmado por seu Representante, o Acadêmico Honorário Sociólogo Paulo Roberto de Sousa Lima, a quem se confiaram o Diploma e a Insígnia da MesaMariano e respectiva Réplica – conferidos ao Representado. Após restabelecido, Passos de Carvalho, em Sessão Epistêmica, prestará o Compromisso Academial, coassinará o Termo de Posse de 6 de março de 2020 e proferirá seu Discurso de Posse.

            Depois de empossados, diplomados e condecorados, os três novos Acadêmicos proferiram o respectivo Discurso de Posse, de acordo com o rito da MesaMariano. A Acadêmica Epistêmica Beatriz Campos de Paulo e Castro, no seu Discurso de Posse, saudou amavelmente a MesaMariano e seu Quadro Acadêmico, revelou seu encanto pela Odontologia, seu amor ao exercício de referida profissão e seu compromisso tecnocientífico e profissional  com a aplicação de Conhecimentos Teóricos e Práticos dessa notável Área da Saúde, e sua dedicada atenção ao Zelo Familiar. Beatriz ilustrou sua Cadeira Epistêmica nº 2 – inaugurada e outrora ocupada pelo saudoso Acadêmico Epistêmico-Fundador Tenente-Coronel-Capelão Padre Samuel Sérgio Drumond –, descreveu a marca biográfica de seu Prócere, Santo Inácio de Antioquia, e elogiou a pessoa e as elevadas postura e compostura de sua Patrona, Santa Teresa de Jesus, a Doutora  da Igreja Católica Teresa d’Ávila. O Acadêmico Honorário Gentil Alberto de Menezes saudou a MesaMariano e respectivo Quadro Acadêmico, sintetizou sua vida familiar e suas atividades escolares, descreveu sua rotina social e minuciou sua qualificação tecnoprofissional de Cadete e Oficial da Polícia Militar de Minas Gerais e de Especialista em Mobilidade Urbana e Segurança de Trânsito. Na historiação de sua labuta policial-militar, o Coronel Gentil Alberto de Menezes, por seu mencionado Discurso de Posse, correlacionou os diversos períodos eticodeontológicos de seu exercício de Especialista e Gestor da Paz Social com várias fases de evolução  (crescimento) e fases de revolução (crise) das segunda, terceira, quarta e quinta etapas de desenvolvimento da Polícia Militar de Minas Gerais como Órgão de Estado verdadeiramente Preservador da Ordem Pública, prioritariamente pela prática diuturna da Polícia Ostensiva, de acordo com as lições contidas em O Estouro do Casulo ( Essência Doutrinária 3: Oficina Redatorial Guimarães Rosa, 1998,  e Centro de Pesquisa e Pós-Graduação da PMMG, 2009), de João Bosco de Castro, apreciado por Márcio Lopes Porto, prefaciado por Isaac de Oliveira e Souza e posfaciado por Saul Alves Martins. Gentil Alberto encerrou sua Oração Academial com homenagem à Polícia Militar de Minas Gerais, por meio de três estrofes do Poema Épico Decência, de João Bosco de Castro. O Acadêmico Honorário Paulo Roberto de Sousa Lima também reverenciou a MesaMariano e cumprimentou seus Confrades e Confreiras de nossa Oficina Epistêmica e respectivos Convidados e Amigos. Didático e reflexivo, seu Discurso de Posse, fundado em modos e meios dissertativos e narrativos, cuidou muito bem de historiar e analisar sua trajetória humana e profissional, desde seus momentos de Menino do Norte de Minas a seus labores e estudos em Belo Horizonte, particularmente para sua qualificação em níveis de Curso Científico, Graduação e Pós-Graduação, inclusive na seara stricto sensu, das Ciências Sociais, além de suas realizações histórico-sociológicas em Tiradentes-MG, em seu Stúdio Literário,  e em São João d’el Rei, como Historiador e Presidente do respectivo Instituto Histórico e Geográfico. Paulo Roberto anunciou-se representante do Jornalista José Passos de Carvalho, cuja ausência nesta Solene Sessão de Posse, por motivos de saúde, justificou, e cuja pauta no Termo de Posse assinou pelo referido Representado , a quem levou os respectivos Diploma, Insígnia e Réplica, mediante autorização concedida pelo Presidente desta Casa de Saberes e Sabedoria.

next arrow
previous arrow
Slider

            A Celebração dos Dez Anos de Instalação da MesaMariano realizou-se por meio de Discurso proferido pelo Presidente da dita Oficina de Erudição e Humanidades, Acadêmico Epistêmico-Fundador João Bosco de Castro, cuja fala enalteceu, principalmente, a Fundação Guimarães Rosa, o Instalador-Decano Acadêmico Epistêmico-Fundador Márcio Antônio Macedo Assunção, e o Patrono-Príncipe Capitão-Professor João Batista Mariano, cuja biografia ilumina a História da Educação de Polícia Militar de Minas Gerais nos patamares grandiloquentes do Curso Militar e Propedêutico, Departamento de Instrução (Dê-I) , Academia de Polícia Militar, Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Oficiais e Instituto de Educação de Segurança Pública, denominações do mesmo Ente Educacional Policial-Militar transfeito em glorioso e majestático Símbolo do Prado Mineiro.

            O Presidente do Conselho-Diretor da MesaMariano e Superintendente-Geral da Fundação Guimarães Rosa, Acadêmico Epistêmico Pedro Seixas da Silva, ratificou, mediante Diploma, o Acadêmico Epistêmico-Fundador João Bosco de Castro na Dignidade de Presidente de Honra Vitalício da Academia Epistêmica de Mesa Capitão-Professor João Batista Mariano – MesaMariano, desde 25 de fevereiro de 2015, concomitantemente com o cargo de Presidente do mesmo Sodalício de Cultores do Conhecimento.

            Nas Efemérides do Período Academial, João Bosco de Castro, com ênfase no dia 24 de fevereiro, falou sobre a monumentosa figura do Filólogo e Folclorólogo Aires da Mata Machado Filho, autor de relevantes Obras da Erudição Mineira, principalmente da Coletânea Escrever Certo e O Negro no Garimpo [de Diamantina].

            O Acadêmico Epistêmico Pedro Seixas da Silva, durante a  Fala do Acadêmico, tomou a palavra em favor da importância da Academia Epistêmica de Mesa Capitão-Professor João Batista Mariano – Mesa Mariano para a Cultura e Erudição, em sentido amplo e restrito, particularmente em prol da Imagem Institucional da Polícia Militar de Minas Gerais e da própria Fundação Guimarães Rosa. Reiterou seu apreço aos Integrantes desta Oficina de Pensamento e Ciência, garantiu suporte financeiro à bibliopeia e publicação da Coletânea de Biografias de Próceres e Elogios a Patronos, congratulou-se com os Novos Acadêmicos, Amigos e Convidados. Em tom de afeto e de reconhecimento de mérito, Pedro Seixas distinguiu a Secretária da FGR e da MesaMariano Fernanda Ramos Amâncio, a quem agradeceu o profícuo desempenho, especialmente sua autodoação de esforços, mesmo durante sua licença-maternidade, e desejou-lhe felicidade e alegria na chegada de sua Nascitura, programada para 9 de março de 2020.

            Todos os Confrades e Confreiras presentes à Sessão, particularmente a Servidora Neide Corgozinho, coparticiparam do êxito alcançado pelos Trabalhos Epistêmicos, aos quais a própria Neide, Joesse Menezes , Sônia Barros e os Acadêmicos Honorários Renato Fragoso e Isaac de Oliveira e Souza ofereceram seus melhores ofícios de Artistas da Fotografia, em benefício de nosso Acervo Epistêmico.

            O Presidente João Bosco de Castro agradeceu a Todos pela colaboração habitual, revigorou à Secretária Fernanda Ramos Amâncio as palavras de regozijo e gratidão prolatadas a Ela por Pedro Seixas, confirmou seu apreço e respeito à Fundação Guimarães Rosa e respectivos Gestores e Funcionários, e encerrou a Sessão Epistêmica do Décimo Aniversário de Instalação da MesaMariano – sob os fluidos virtuosos trazidos pela Acadêmica Epistêmica  Beatriz Campos de Paulo e Castro  e Acadêmicos Honorários Gentil Alberto de Menezes, José Passos de Carvalho e Paulo Roberto de Sousa Lima.

            Vivam os Discípulos do Capitão-Professor João Batista Mairano! Viva a Lavoura Epistêmica do Universo!

            De Bom Despacho-MG, para Belo Horizonte-MG, 18 de março de 2020.

Veja os melhores momentos, no vídeo abaixo!

2 Comentários

  1. Carlos Braga

    Carlos Braga

    Num sentimento de pertença advindo das mesmas memórias, cabe a mim parabenizar a todos na pessoa do seu ilustre Presidente.
    Felicidades em encontros produtivos e crescimento nas ideias é tudo quanto mais desejo aos Membros dessa Academia.

  2. Avatar

    Gleisa Calixto Antunes

    Prezados confrades e confreiras,
    Parabéns pelos trabalhos realizados

    Cordial abracos!
    Gleisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *