PMS Gaúchos são destaques, no concurso que homenageia Lei Maria da Penha.

PMS Gaúchos são destaques, no concurso que homenageia Lei Maria da Penha.

14/02/2017 Valorização e Cultura Profissional 0
Compartilhar

A Procuradoria da Mulher e Coordenadoria dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados, e da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal, em parceria com o Banco Mundial coordenaram a 5ª edição do concurso de fotografia sobre a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06).

Com o tema “O empoderamento da mulher e a superação da violência”, o objetivo do certame era homenagear o 10º aniversário de vigência daquela norma.

Conforme divulgado no site O soldado PM Jackson Samuel da Rosa Cardoso — da Brigada Militar do Rio Grande do Sul — foi classificado em 1º lugar, na categoria “Fotógrafos Adultos”, com a fotografia destacada inicialmente neste. A fotografia vencedora detalha a atuação dos profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública,  no atendimento de uma ocorrência de violência doméstica, registrada na área do 12º Batalhão de Polícia Militar, em Caxias do Sul.

De modo semelhante, o Soldado PM Robson dos Santos Alves, classificado no 4° lugar, recebeu Menção Honrosa, na categoria “Fotógrafos Adultos”, com a foto abaixo:

Homenagem ao Dia da Mulher – a diversidade e a força das brigadianas nas diversas modalidades de atuação na Brigada Militar do Rio Grande do Sul.

Informações da BMRS dão conta de que:

Entre centenas de fotos, a imagem foi uma das selecionadas pela comissão julgadora para estar entre as finalistas, onde o voto popular (curtidas no Facebook) definiu os 10 vencedores. O registro feito pelo PM acabou sendo o mais votado com 5,3 mil curtidas e 647 compartilhamentos. Os três primeiros mais votados, vão participar da cerimonia de premiação que ocorrerá no mês de março no Palácio do Congresso Nacional, em Brasília. […]

Na semifinal foram selecionadas 33 fotografias que representavam o empoderamento feminino e a superação da violência. Retratando os efeitos sociais, culturais e psicológicos da lei na vida das mulheres e suas famílias.

As imagens vencedoras serão publicadas em livros de ensino, em duas línguas, com a finalidade de conscientização e da existência de uma lei, onde os exemplares serão distribuídos para 3 mil escolas públicas e universidades do Brasil, além de órgãos internacionais.

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *