O Império da Lei e da Ordem

O Império da Lei e da Ordem

02/10/2018 Atuação integrada de proteção 0
Compartilhar


A Polícia Militar apreendeu no centro de Curitiba, nesta quinta-feira (27), material de campanha de Gleisi Hoffmann. A senadora, que é presidente do PT, tenta uma vaga na Câmara dos Deputados. O material, que estava exposto em camelôs, contém fotos do ex-presidente Lula, dando a entender que ele ainda seria candidato.

Por Murilo Ramos

O império da Lei e da Ordem prevaleceu, mais uma vez, segundo o texto destacado acima, pois foi evidenciada a presença do Estado Democrático de Direito. Isso porque, numa atuação integrada de proteção, os profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem, da Polícia Militar do Estado do Paraná (PMPR), asseguram a apreensão de material irregular de propaganda eleitoral, “em um calçadão no centro de Curitiba, no diretório do PT, no comitê da senadora Gleisi e no comitê central do partido”.

A ação dos policiais militares paranaenses foi legítima. Assegurou-se, outra vez mais, o império da Lei e da ordem. Isso porque uma matéria publicada no Estadão divulgou a veracidade dos “ofícios assinados nos dias 26 e 27 de setembro, o chefe de cartório da 176ª Zona Eleitoral confirma o recolhimento de peças de Lula como candidato a presidente em ‘diversos materiais de diversos candidatos’”

Prevaleceu o império da Lei e da Ordem, conforme se vê, também, no  vídeo, publicado pelo You Tube e assinado pela “FOLHA POLÍTICA.ORG. Até a publicação desta postagem, registravam-se 83.575 visualizações. Espalhou-se nas redes sociais, sem maiores informações. Assim, sua veracidade foi questionada. As imagens são legítimas? O evento foi legítimo?

Então, comprovada a vigência do Império da Lei e da Ordem, no Estadão, na última quinta-feira (29), encontram-se as seguintes informações:

É verdadeiro o vídeo publicado no YouTube que mostra a apreensão de materiais irregulares de campanha, incluindo peças de divulgação da senadora Gleisi Hoffmann(PT-PR) ao lado do ex-presidente Lula. Gleisi é candidata a deputada federal. A gravação registra o momento em que policiais militares e uma pessoa com identificação da Justiça Eleitoral recolhem placas e panfletos do PT expostos em tendas montadas em um calçadão.
Ao analisar as imagens dos policiais e da viatura no local, é possível identificar que se trata da PM do Paraná. A partir disso, o Comprova entrou em contato com a Polícia Militar paranaense e o Tribunal Regional Eleitoral para confirmar a ocorrência do evento. Os órgãos informaram que a ação retratada no vídeo ocorreu no último dia 26 de setembro, no Centro de Curitiba, por ordem da Justiça Eleitoral. Por meio do Google Maps, o Comprova localizou o lugar exato do ocorrido.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *