No Maranhão, Polícia Militar realiza o Curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM).

No Maranhão, Polícia Militar realiza o Curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM).

23/05/2017 Polícia Ostensiva Ambiental 0
Compartilhar

Trinta e cinco profissionais de #políciaoestensivaepreservaçãodaordempública participam do Curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM) que é realizado na Polícia Militar do Estado do Maranhão (PMMA).

Os policiais militares participantes do Cotam são integrantes do Batalhão de Policiamento Ambiental da PMMA. Nas atividades rotineiras, além das diversidades climáticas e adversidades geográficas, dentre outras, os profissionais de polícia ambiental, estão sujeitos às situações que lhes impõem as mais diversas resistências, considerando que, na maioria das vezes, atuam em localidades distantes de todas as comodidades de um centro urbano.

Leia mais sobre o COTAM, segundo a nota publicada no portal da PMMA, destacando a participação do Comandante Geral durante uma aula ministrada aos alunos do curso.

BPA
O comandante geral, coronel Frederico Pereira, participou, no sábado (20) das instruções operacionais do Curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM) que acontece na base da Companhia de Operações Especiais – COE e quartel do Batalhão de Policiamento Ambiental – BPA. O curso teve início no dia 15 de maio e prossegue até o dia 14 de junho. São trinta e cinco policiais militares da capital e interior.

O coronel Frederico Pereira ministra a disciplina sobrevivência em área ambiental, durante a instrução, realizada em área de mangue, o coronel deixou claro a necessidade de treinamento em ambientes que farão parte da rotina do policial militar do batalhão ambiental, “tornar nossos policiais ainda mais capacitados e adaptados à modalidade de policiamento ambiental, essa é nossa função como instrutores do curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM)”, ressaltou o comandante.

2

O Curso de Operações Táticas Ambientais (COTAM) tem como objetivo requalificar e capacitar os policiais militares ambientais, ampliando a capacidade operacional no que tange a fiscalização e policiamento de ilícitos ambientais em todo o Estado. O curso tem 350 (trezentas e cinquenta) horas-aulas, em turno integral, distribuídas em 30 (trinta) dias com folgas quando conveniente.

A grade curricular proporciona uma atualização dos conhecimentos e habilidades para a execução das atividades do policiamento ambiental. As aulas acontecem no quartel do BPA e na base da Companhia de Operações Especiais – COE com instrutores da PMMA e do Corpo de Bombeiros.

Saiba mais

O Batalhão de Policia Ambiental foi criado pelo Decreto nº 11.610 de 09/04/1991 como Batalhão de Policiamento Florestal passando a ter a denominação atual por força do Decreto nº 20.375 de 29/03/2004.

Localizado no Parque Estadual do Bacanga, Vila dos Frades, Coroadinho, ocupando também uma sede no Parque do Itapiracó.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *