“…mas morreu antes mesmo de ser enterrado.”

“…mas morreu antes mesmo de ser enterrado.”

16/06/2017 Entretenimento 0
Compartilhar

São muitas as lendas, contadas e cantadas Brasil afora, sobre pessoas enterradas vivas!

Na Década de 70, uma das celebridades “do teatro e da televisão brasileira”, teria sido protagonista de mais uma dessas lendas, segundo o website “notícias da tv” que publicou:

[…] Uma das lendas mais famosas dos anos 1970 envolveu a morte do ator Sérgio Cardoso. Um dos grandes nomes do teatro e da televisão brasileira nos anos 1950 e 1960, ele morreu em consequência de um ataque cardíaco no dia 18 de agosto de 1972, no Rio de Janeiro, aos 47 anos.

A morte do ator comoveu todo o Brasil. Mais de 15 mil pessoas, de acordo com reportagens da época, compareceram ao enterro no cemitério São João Batista. Pouco tempo depois, surgiu um boato, repercutido em toda a mídia brasileira, de que o ator sofria de catalepsia, uma doença rara que deixa os membros rígidos por horas, como se a pessoa estivesse morta. Por causa da doença, Sérgio Cardoso teria sido enterrado vivo.[…]

Mas, no final da Segunda Década do Século XXI, não há lendas nem boatos! E fatos acontecem. Exemplo disso foi o equívoco destacado no vídeo. Após ter sido chamado, “no ar”, para relatar sobre a morte de um colega de profissão de empresa, o jovem repórter não perdeu tempo (moeda preciosa no espaço midiático). Aí, o MSN Entretenimento, antes de publicar o vídeo o portal (“viralizado” na web) relatou a notícia:

[…] Morre jornalista Jorge Bastos Moreno aos 63 anos
Até aí, tudo bem. O problema é que, em determinado momento, o repórter Paulo Mário Martins diz: “…mas morreu antes mesmo de ser enterrado.”
Ele provavelmente quis dizer: “antes de ser internado“. E erros, ao vivo, podem acontecer. Mas as redes sociais não perdoaram. Procurada, a Rede Globo não se manifestou sobre o assunto. […]

Fonte: MSN e notícia da tv.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *