Em Minas Gerais, Justiça Militar e Instituições Militares Implementam Celeridade Processual.

justica-militar-e-iinstituicoes-militares-implementam-celeridade-processual
Compartilhar com:

Nesses tempos de avanços da tecnologia, foi noticiada, nessa última terça-feita (2), uma importante conquista. Isso porque, em Minas Gerais, justiça militar e instituições militares Implementam Celeridade Processual. Dessa iniciativa, há, além do aprimoramento da indispensável ação judicial militar, significativa economia ao erário público mineiro. Assim, as decisões da magistratura militar mineira e dos comandos-gerais das instituições militares mineira — Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Militar — demonstram comprometimento, com a recuperação econômica, e exemplo a ser seguido pelas demais entidades governamentais.

O momento da assinatura da portaria que orienta os procedimentos da implementação foi realizado na Cidade Administrativa. Nele, registraram-se as presenças do presidente do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais — juiz coronel PM James Ferreira Santos — do coordenador do projeto — juiz coronel PM Sócrates Edgard dos Anjos — e do juiz coronel BM Osmar Duarte Marcelino, e dos comandante-gerais do Corpo de Bombeiros Militar — coronel Edgard Estevo da Silva — e da Polícia Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva. Naquele evento, participaram outros representantes da magistratura e dos comandos militares mineiros.

Em Minas Gerais, a Justiça Militar e Instituições Militares Implementam Celeridade Processual, com o suporte de um sistema. Essa realidade ocorre, “desde o início do ano de 2018, com a realização de oitivas das partes. Ao todo, até o segundo semestre de 2019, três salas foram inauguradas nas sedes dos Fóruns de Justiça de Uberlândia, Pouso Alegre e Montes Claros, esta última, no último dia 3 de maio.”

As expectativas da magistratura e dos comandos militares estaduais são ótimas. Estimam, para um tempo próximo, o alcance das maiores unidades militares, de bombeiros e policiais, localizadas no território mineiro. Isso, além da melhoria do desempenho da justiça militar, favorecerá menor tempo de deslocamento dos militares estaduais. Ocorrerá, também, conforme ressaltado anteriormente, economia aos cofres públicos estaduais.

Com as informações da PMMG

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *