Correlação Entre Compliance e Conformity

Há quem afirme que compliance é conformity, e vice-versa. Dicionários e tradutores mostram que há alguma semelhança. Alguns exibem resultados de que são termos sinônimos, inclusive, atribuem o mesmo conceito a ambos. Será? O que esses termos têm de semelhantes e, diferem, no quê?

Então, nesses tempos de muito compliance e menos conformity, todo cuidado é pouco! Para quem adquiriu conhecimentos a respeito daqueles termos, e sabem o que significam, e vivenciaram a práxis que se opõem às atividades e situações meramente teóricas, concordam o quanto é importante compreendê-los, diferenciá-los e associá-los, com oportunidade.

Desse modo, demonstra-se, em seguida o entendimento e a correlação entre os termos ora destacados.

Entendimento do termo compliance

Na 9ª edição do Oxford Advanced Learner’s Dictionary (OALD), o termo compliance é um substantivo incontável, pois, insere à categoria dos substantivos e adjetivos inflexíveis, no singular ou plural. Na pesquisa realizada naquele OALD, verificou-se, ainda, para o termo ora citado, a indicação do seu antônimo, non-compliance; da relação com o verbo comply e com a origem da palavra.

Tem-se, então, que compliance, além do que já foi descrito, indica a ideia de cumprimento (de algo, com alguma coisa) ou prática de obedecer a regras ou solicitações feitas por pessoas com autoridade. Nos dois exemplos apresentados, verifica-se que, no primeiro, há indicativos de procedimentos que devem ser seguidos para garantir o pleno cumprimento da lei. No outro, relacionado à segurança (safety), é esclarecido que as medidas de segurança foram realizadas em conformidade com o parágrafo 6 dos regulamentos de construção.

Quanto ao antônimo, non-compliance, segue-se idêntica orientação gramatical daquele termo. Há, porém, uma ressalva, naquela perspectiva, quanto ao fato de falhar ou recusar-se a obedecer a uma regra. No exemplo do ODLD, há indicação de que existem penalidades por não conformidade com os regulamentos de incêndio.

Na relação com o verbo intransitivo comply, que é cumprir (com alguma coisa) para obedecer a uma regra, uma ordem etc. Nos exemplos destacados, observa a recusa de cumprir uma norma – Eles se recusaram a cumprir Resolução da ONU –; ou de não acatar a uma ordem – Quando solicitados a sair, eles se recusaram a cumprir – e  da certeza de que não há uma norma, no caso de descumprimento, por isso indagam: Que sanções eles podem tomar contra nós se não cumprirmos?

A origem do termo compliance, segundo o OALD, remonta ao final do século XVI: do italiano complire, do catalão complir, do espanhol cumplir, do latim complere ‘encher, cumprir’, de com- (expressar força intensiva) + plere ‘encher’. O sentido original era ‘cumprir, realizar’, posteriormente ‘cumprir os requisitos de cortesia’, portanto ‘ser agradável, obrigar’ ou ‘obedecer’. Há relações de compliance com compliment. Este substitui os substantivos (elogio, cumprimento, honra, parabéns, congratulação) e os verbos (cumprimentar, felicitar).

Entendimento do termo conformity

No OALD, o termo conformity é, também, um substantivo incontável. Naquele dicionário, não há muitas informações sobre o antônimo nonconformity, exceto: 1 o fato de não seguir modos normais de pensar e se comportar e 2 Não-conformidade: crenças e práticas de igrejas não-conformistas.

De modo semelhante ao compliance, o termo conformity indica a ideia de conformidade (para / com algo ou alguma coisa) de comportamento ou ações que seguem as regras aceitas da sociedade. No OALD, esse nome foi grafado como “formal”, significando que é um termo diverso dos coloquiais, i.e., pouco formal ou bem popular.

A origem do termo, segundo o OALD, para o Inglês médio tardio, veio de conformité, do Francês antigo, ou de conformitas, do Latim tardio e de conformare (‘para mudar a moda’), ou con (’juntos’) + formare (‘à forma’). Em conformidade com alguma coisa, segue as regras de conforme (a algo) alguma coisa, p.ex., esses regulamentos estão em conformidade com a lei europeia.

Correlação dos termos compliance e conformity

Do que foi exposto anteriormente, a fim de verificar se compliance é conformity, analisou-se conceitos e significados dos nomes, desde a origem idiomática inglesa e as funcionalidades alcançadas pelos termos compliance e conformity, no contexto, externo e interno, das organizações, ao redor do mundo. A conclusão encontrada indica que a correlação entre os termos é mais superficial do que total.

A dessemelhança entre os dois nomes, do ponto de vista gramatical, é significativa, portanto, não podem ser considerados semelhantes, ou sinônimos. No Dicionário português (Dicio.com.br), sinônimo é a palavra ou expressão que possui o mesmo, ou aproximadamente o mesmo, significado que outra, podendo substituí-la sem que haja prejuízo ou alteração de (…) Designação taxinômica não oficial de um grupo organizado que assim se designa por não possuir comprovação empírica ou científica. Assim, sinônimo não é o caso dos termos ora analisados.

As funcionalidades dos termos, em variadas situações, aproximam-lhes, relativamente. Poder-se-ia afirmar, com possibilidades de acertos, que, no compliance, há consideráveis ações e comportamentos de conformity. Mas a recíproca não pode ser considerada verdadeira.

2 Comentários

  1. Carlos Braga

    Carlos Braga

    Boa noite! Sugestivo o questionamento e apropriado o vínculo conclusivo. Expressa de forma objetiva termos que se incorporam na rotina da língua portuguesa.

    • De fato, Caro Carlos Braga. Estou convencido de que o reforço do seu comentário, na parte final, é muito oportuno, nesse. Porém, não é sempre assim. Alguns termos técnicos, inclusive, de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, aportuguesados sem os devidos cuidados, notadamente quanto suas origens, têm sido traduzidos inadequadamente. Um deles é ressaltado na seguinte postagem deste Pontopm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *