Cabo Acelon Maximiniano Virgilino: o último toque de corneta!

O último toque de corneta, do do Cabo PMAcelon Maximiniano Virgilino — corneteiro da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) — , foi na tarde de quarta-feira (9), conforme relato da Capitã Clarissa Dias Soares, Chefe Cerimonial CCS, daquela Instituição Militar Estadual.

No relato do Portal, verifica-se que:

O cabo Acelon nasceu em Florianópolis e incorporou às fileiras da corporação em 09 de outubro de 1980. Desde o ingresso o militar já demonstrava suas virtudes pessoais, principalmente pela sua facilidade de relacionamento pessoal. Dedicado e responsável, teve seu trabalho reconhecido enquanto corneteiro do Quartel do Comando-Geral.

Foram mais de 38 anos dedicados inteira e intensamente ao serviço da Polícia Militar. Mesmo tendo ingressado na reserva remunerada, em fevereiro de 2009, o cabo Acelon, em março do mesmo ano, alistou-se no Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública (Ctisp) para continuar exercendo suas funções como corneteiro ao Quartel do Comando-Geral. Ao longo dos anos, fortaleceu seu compromisso para com a instituição, disponibilizando-se para o cumprimento das diversas missões que surgiam nas datas festivas nacionais e estaduais, dedicando sua habilidade profissional tanto nos momentos alegres das formaturas de cursos, quanto nos momentos de tristeza, prestando as honras fúnebres aos colegas de farda que se despediram desta vida.

Ao se despedir, mais uma vez da PMSC, o cabo Acelon deixará no Centro de Comunicação Social e no Comando-Geral, um legado de competência e entusiasmo que decorrem de sua formação moral, de seu caráter irrepreensível, de sua alegria contagiante e de seu aguçado espírito de camaradagem. Fica, contudo, a certeza de que, a partir desse momento, contaremos com mais um amigo na reserva para divulgar os trabalhos realizados pela Corporação.

Fonte: PMSC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *