Ação de polícia ostensiva comunitária nas aldeias indígenas!

Dois profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), no cumprimento de uma “ordem de de serviço do Ministério Público” receberam a missão de desenvolver ações de polícia comunitária “nas aldeias de índios que ficam na Estrada Turística do Jaraguá-SP.”

Os policiais militares (pm) ora destacados são a caba Cleuma e o cabo Luizon, lotados no 49° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, da PMESP. Houve, inicialmente, dificuldades, no cumprimento da missão atribuída à dupla de policiais militares. Principalmente, porque, na maioria das vezes, a temática de polícia comunitária, não tem sido tratada na formação profissional dos militares estaduais, notadamente na PMESP, onde a maioria dos pm atuam em centros cosmopolitas. Mas, a situação não é incomum na realidade da maioria das instituições militares estaduais.

A despeito disso, tem havido superação dos pm, inclusive dos citados anteriormente, segundo os destaques encontrados na nota publicada no portal da PMESP:

[…] Neste meio-tempo tempo, estabeleceram o policiamento comunitário nas Aldeias, mas no início tiveram um pouco de dificuldades de fazer contato, já que os índios tinham receio por não terem muito contato com o homem branco. Aos poucos, os policiais ganharam a confiança dos índios, e logo identificaram que das três aldeias, apenas duas tinham cozinha comunitária. Na que não tinha, os habitantes passavam por dificuldades por conta da falta de alimento. Através do estreitamento dos laços do policiamento comunitário com a cacica responsável da aldeia, os policiais descobriram que os índios ali tinham somente pão para comer naquele dia. Os policiais se sensibilizaram, e em proteção aos nossos primeiros habitantes deste país e representantes desta imensa nação, começaram a angariar doações para solucionar aquela situação emergencial. Eles conseguiram uma cesta básica com o mercado local, mais alimentos com o colégio da região, através dos diretores, professores e alunos, conseguindo aproximadamente 300 quilos de alimentos e roupas, os quais foram entregues à aldeia do dia 27 de maio. A equipe prosseguiu com a campanha de arrecadação de alimentos, contando com a colaboração de outros quatro colégios, sendo os itens arrecadados e entregues no último dia 05 de maio. Parabéns aos policiais pelo comprometimento com o trabalho, amor e respeito ao próximo, cumprindo bem o mote que diz respeito à defesa da vida e dignidade humana. #podeconfiarpmesp

Fonte: PMESP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *