Policiais militares mato-grossenses atuaram na Operação Integrada “em uma tabacaria na região do CPA, na Capital”

No portal da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso (PMMT), há uma postagem informando a participação dos profissionais mato-grossenses de polícia ostensiva e preservação da ordem pública num operação integrada de proteção.

O alvo da operação, realizada “na madrugada desta terça-feira (20)”, foi a “Tabacaria Velho Jack”, localizada “na região do CPA, na Capital”, e as ações integradas foram desenvolvidas por 26 policiais militares — sendo quatorze do “3º Batalhão da Polícia Militar”;  oito “da Rotam e quatro do Batalhão de Trânsito” —, da PMMT, e mais “quatro integrantes da Vara da Infância e Juventude, três da Secretaria Municipal de Ordem Pública, dois bombeiros militares e dois agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob)”.

Durante a operação, foram registrados “três boletins de ocorrências […] por tráfico de drogas, diversos (três pessoas em regime semiaberto com uso de tornozeleiras, portanto, fora do horário permitido) e corrupção de menores, desacato, desobediência e resistência à prisão.”

Foi registrada a “resistência do proprietário e de funcionários durante a operação na realização dos trabalhos”, pois “quando souberam da interdição do local por parte dos Bombeiros Militares e das notificações pela Vara da Infância e da Juventude, o grupo tentou danificar uma das viaturas da Polícia Militar.”

Destacou-se ainda que, “durante a operação foram abordadas 150 pessoas e 52 veículos, sendo registradas três ocorrências, e 12 motocicletas e cinco carros foram apreendidos pela Semob”.

As ocorrências foram encerradas na Delegacia de Polícia Judiciária para onde foram conduzidas “cinco pessoas” e apreendidos “17 veículos e 17 adolescentes em situação de risco conduzidos pela Vara da Infância e da Juventude” e “o estabelecimento foi fechado.”

Com as informações da PMMT

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*