Guarda Nacional Republicana divulga resultados operacionais registrados, no período de 8 a 10 de dezembro

Guarda Nacional Republicana divulga resultados operacionais registrados, no período de 8 a 10 de dezembro

14/12/2017 Polícia ostensiva no contexto da Segurança Pública 0

 

Nas comunicações postadas no portal da Guarda Nacional Republicana (GNR), há o destaque dos resultados operacionais registrados, no período de 8 a 10 de dezembro.

Foram registradas 149 detenções em flagrante delito, apreensão de drogas e de armas de fogo, além das fiscalizações de trânsito.

Leia mais informações no post publicado, no portal da GNR, e transcrito a seguir:

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registrando-se os seguintes dados operacionais:

1. Detenções: 149 detidos em flagrante delito, destacando-se:

  • 90 por condução sob o efeito do álcool;
  • 14 por condução sem habilitação legal;
  • Cinco por tráfico de estupefacientes;
  • Cinco por furtos;
  • Quatro por posse de arma proibida;
  • Dois por permanência ilegal em território nacional;
  • Um por roubo;
  • Um por ofensas à integridade física.

2. Apreensões:

  • 211 doses de haxixe;
  • 14 doses de heroína;
  • 14 doses de cocaína;
  • 14 Três armas brancas;
  • Duas armas de fogo.

3. Trânsito:

Fiscalização: 2 211 infrações detetadas, destacando-se:

  • 1 078 por excesso de velocidade;
  • 227 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 131 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 94 por falta ou uso incorreto do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 77 relacionadas com tacógrafos;
  • 74 relacionados com sistemas de iluminação e sinalização;
  • 52 por uso indevido de telemóvel no exercício da televisão;
  • 52 por falta de seguro de responsabilidade civil.

 

Fonte: GNR-PT.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *