Tartaruga-marinha, vítima de pesca predatória, foi resgatada pelos policiais militares fluminenses, numa praia de Cabo Frio-RJ

 

Ações de proteção ao meio ambiente estão registradas no portal da Polícia Miltar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), após os profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública resgatarem, no último domingo (10) uma tartaruga marinha, vítima da pesca predatória.

As ações foram desenvolvidas pelos policiais militares fluminenses que servem, na 8ª Unidade de Policiamento Ambiental – Marítimo e Fluvial, da PMERJ, na Região dos Lagos.

A atuação dos policiais de polícia ostensiva ambiental seguiu-se após “a denúncia de um pescador que indicou o local onde o animal estava, na Lagoa de Araruama.”

Após ser resgatada, e terminada a liberação das linhas que a prendiam e ser examinada, não se verificando qualquer dando à sua saúde, “a tartaruga foi devolvida sã e salva à natureza pelos policiais, que fizeram sua soltura no numa praia de Cabo Frio.”

 
 

 

Fonte: PMERJ.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*