Policiais militares catarinenses e militares do Exército Brasileiro atuam na “Operação Ágata”

“Operação Ágata” foi o nome dado à atuação integrada de proteção que vem sendo desenvolvida pelos policiais militares catarinenses e militares do Exército Brasileiro.

O objetivo da operação visa à coibição de “delitos transfronteiriços e ambientais na faixa de fronteira, além de ainda aumentar a presença ostensiva dos diversos órgãos participantes nas áreas de fronteiras.”

Leia mais informações no post publicado, no portal da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina (PMSC) e transcrito abaixo:

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) está participando da Operação Ágata, ação realizada na faixa de fronteira em Santa Catarina pelo Exército Brasileiro e que conta com a participação das forças de segurança pública federais e estaduais. A operação tem por objetivo coibir os delitos transfronteiriços e ambientais na faixa de fronteira, além de ainda aumentar a presença ostensiva dos diversos órgãos participantes nas áreas de fronteiras.

A operação foi oficialmente aberta nesta segunda-feira, 20, onde, em reunião realizada no quartel do 14º Regimento de Cavalaria Mecanizada, em São Miguel do Oeste, o comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, general Sérgio Luiz Tratz, explanou sobre as ações a serem realizadas com o apoio ao longo da operação. O comandante da 9ª Região de Polícia Militar de Fronteira (9ª RPM/Fron), coronel Dirceu Neundorf, representando o Comando-Geral da Corporação, colocou a Polícia Militar a disposição para a realização de ações conjuntas nos 35 municípios que compõem a 9ª RPM/Fron, região localizada na fronteira com a Argentina.

Deverão ser realizadas ações de fiscalização de veículos e pessoas com postos fixos e móveis de controle de acordo com planejamento diário realizado pelas forças componentes da operação, entre outras ações.

 

Fonte: PMSC.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*