CRIANÇA INGERE PRODUTO DE LIMPEZA E POLICIAIS SÃO FUNDAMENTAIS PARA SALVAMENTONo último dia 14 de setembro, na cidade de Rio Claro, o pequeno Davi, 1 ano e 8 meses, ingeriu dosagens de um produto de limpeza, líquido que seguiu direto para dentro de seu pulmão.A mãe, vendo que o filho estava asfixiado, pediu apoio a um vizinho e seguiram pela à Rodovia Washington Luís, rumo a um hospital. Eles viram uma viatura do 3° Batalhão de Polícia Rodoviária e acenaram, pedindo socorro.O Soldado FERNANDO, vendo a situação da criança, aplicou a manobra de Heimlich, conseguindo desobstruir a passagem de ar, reanimando-a.Em seguida, levaram a criança e a mãe para a UPA de Rio Claro. A criança permaneceu por 15 dias em coma induzido, para que procedimentos pudessem ser feitos, porque o produto estava corroendo o esôfago do pequeno.Quando houve alta, a mãe do pequeno Davi voltou até a sede da 2ª Cia do Policiamento Rodoviário para agradecer pessoalmente aos policiais.Segundo ela, o médico que cuidou da criança afirmou que o atendimento feito na rodovia foi fundamental para a recuperação do Davi.#IssoéPM#podeconfiarpmespCOMUNICAÇÃO SOCIAL PMESP

Posted by Polícia Militar do Estado de São Paulo on Monday, October 16, 2017

0

Policiais militares paulistas ajudaram no salvamento do pequeno Davi que ingeriu produto de limpeza

 

As ações policiais militares dos profissionais paulistas de polícia ostensiva e preservação da ordem pública foram reconhecidas pela mãe de um garotinho após ter ingerido certa quantidade de produto de limpeza.

Durante o deslocamento ao hospital, em busca de socorro médico, um dos policiais militares agiu prontamente, evitando a continuidade da asfixia indicativa de um final trágico.

Felizmente, tudo terminou bem para o pequeno Davi e sua mãe, segundo foi declarado no vídeo de uma postagem, no FaceBook da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), complementado pelo texto transcrito em seguida:

No último dia 14 de setembro, na cidade de Rio Claro, o pequeno Davi, 1 ano e 8 meses, ingeriu dosagens de um produto de limpeza, líquido que seguiu direto para dentro de seu pulmão.
A mãe, vendo que o filho estava asfixiado, pediu apoio a um vizinho e seguiram pela à Rodovia Washington Luís, rumo a um hospital. Eles viram uma viatura do 3° Batalhão de Polícia Rodoviária e acenaram, pedindo socorro.
O Soldado FERNANDO, vendo a situação da criança, aplicou a manobra de Heimlich, conseguindo desobstruir a passagem de ar, reanimando-a.
Em seguida, levaram a criança e a mãe para a UPA de Rio Claro. A criança permaneceu por 15 dias em coma induzido, para que procedimentos pudessem ser feitos, porque o produto estava corroendo o esôfago do pequeno.
Quando houve alta, a mãe do pequeno Davi voltou até a sede da 2ª Cia do Policiamento Rodoviário para agradecer pessoalmente aos policiais.
Segundo ela, o médico que cuidou da criança afirmou que o atendimento feito na rodovia foi fundamental para a recuperação do Davi.

 

Fonte: PMESP.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*