Polícia Militar do Espírito Santo “realiza ‘Operação Força Total’ no Sul do Estado”

Ações de polícia ostensiva e preservação da ordem pública e de polícia judiciária foram desenvolvidas pelos policiais militares e civis do Estado do Espírito Santo.

A notícia publicada, no portal da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), informa sobre as localidades, as estratégias, o potencial humano e meios empregados e quais os resultados foram alcançados.

Leia mais informações na notícia transcrita em seguida:

Na manhã desta quinta-feira (13), a Polícia Militar realizou a “Operação Força Total” no município de Mimoso do Sul e na região do ABC, que compreende os municípios de Apiacá, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado.

Realizada em conjunto com a Polícia Civil, a operação teve como principais objetivos reforçar a segurança através de saturação policial, bloqueios e cercos táticos em pontos estratégicos dos municípios, além do cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão e captura de foragidos da justiça.

No total, foram empregadas 53 viaturas e um efetivo de 114 policiais, entre militares e civis. Além disso, a segurança foi reforçada com a presença da aeronave da PM, policiais militares do setor de Inteligência e também o efetivo do Canil do Grupo de Operações Táticas (GOT) da Polícia Civil.

Dos cinco mandados de prisão cumpridos, um deles foi por estupro emitido pela comarca de Bom Jesus do Itabapoana; outro por furto qualificado, de Mimoso; e três deles por roubo de gado, através dos quais foi possível desmantelar uma quadrilha que atuava em Apiacá. Um mandado de busca e apreensão também foi cumprido, resultando na prisão de uma pessoa e apreensão de munições e granada.

A Polícia Militar contabilizou a abordagem de 501 pessoas, 195 veículos, três coletivos, 75 motos e 16 táxis. Foram confeccionados 11 autos de infração e uma carteira de habilitação foi apreendida.

A “Operação Força Total”, além de reforçar a segurança e reprimir a criminalidade, visou também divulgar o policiamento de inverno nos municípios,
bem como o plano de trabalho conjunto entre as polícias militar e civil e revelar os bons índices criminais da região.

Fonte: PMES.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*