Nos festejos de final do ano, os polícias portugueses asseguraram a tranquilidade pública

 

Uma postagem do portal da Polícia de Segurança Pública (PSP) informa que nos festejos de final do ano, os polícias portugueses asseguraram a tranquilidade pública. No período de “14H00 do dia 11 de dezembro de 2017 e as 24H00 de 02 de janeiro de 2018”, desenvolveu-se “a Operação Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2017,” resultando em “866 detenções, das quais 316 por excesso de álcool (menos 11 que no ano anterior), 120 por falta de habilitação legal para conduzir (menos 10), 101 por tráfico de droga (menos 15) e 49 por furto (mais 7).”

Leia mais informações publicada na postagem e transcrita a seguir:

Durante este período a PSP reforçou o policiamento de visibilidade, a fiscalização rodoviária e o policiamento e fiscalização direcionado para as zonas de diversão noturna a nível nacional, na sua área de responsabilidade, efetuando 1 930 operações de fiscalização, das quais cerca de 1 500 operações de trânsito e cerca de 270 operações no âmbito da segurança privada, com o objetivo de diminuir os índices de sinistralidade rodoviária e de prevenir e fiscalizar comportamentos ilícitos e/ou de risco para a segurança da população durante o Natal e a Passagem de Ano.

No período em referência, a PSP apreendeu cerca de 19 000 doses de droga, com destaque para a cocaína (3 453 doses), heroína (5 533 doses) e haxixe (6 831 doses).

Foram ainda apreendidas 69 armas, das quais 29 armas de fogo, menos 7 que em igual período do ano anterior.

Foram apreendidos cerca de 85 Kg de explosivos.

Ao nível rodoviário, a PSP registou 3 681 acidentes, dos quais resultaram 8 vítimas mortais, 55 feridos graves e 1 060 feridos ligeiros. Comparativamente ao período homólogo do ano passado, verificou-se um aumento do número de acidentes (mais 19) e de vítimas mortais (mais 6), bem como um aumento do número de feridos ligeiros (mais 27) e graves (mais 7).

Durante esta Operação a PSP fiscalizou cerca de 78 000 viaturas e levantou 9 905 Autos de Notícia por Contraordenação em matéria rodoviária, dos quais 379 por uso indevido de telemóvel durante a condução (menos 219 do que no ano anterior), 405 por falta de inspeção (menos 171) e 152 por falta de cinto de segurança (menos 77). Foram submetidos ao teste de alcoolemia cerca de 19 500 condutores.

Realça-se ainda que foram registadas 2 810 infrações por excesso de velocidade (mais 1 000 do que no ano anterior).

A PSP reforçou os seus meios operacionais, cerca de 16 000 elementos policiais empenhados, numa atitude preventiva, proativa e dissuasora, visando incrementar o sentimento de segurança, combater a criminalidade e a sinistralidade rodoviária.

Com as informações da PSP

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*