Policiais militares cearenses concluem o Curso de Policiamento Ambiental

 

O exercício da polícia ostensiva ambiental é um dos desafios impostos às polícias militares brasileiras.

Nesse entendimento, A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) e a” Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE)” decidiram aprimorar “os profissionais de segurança pública do Estado”, habilitando “71 agentes estão habilitados para atuar no atendimento de ocorrências e fiscalização ambiental em ações individuais da polícia ou em parceria com os órgãos ambientais municipais, estaduais ou federais.”

Informações de uma postagem do portal da PMCE destacam que os concluintes do curso, divididos em duas turmas, assistiram “74 horas/aula”, durante os meses de novembro e dezembro,”na sede do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA)” e foram instruídos para atuarem nas ocorrências policiais militares “sobre poluição sonora; contenção de animais; maus tratos a animais; saúde pública dos animais e orientação geográfica. Além de legislação voltada para a fiscalização de crimes ambientais.”

Realizada na última “terça-feira (19)”, a solenidade de formatura do Curso de Policiamento Ambiental foi abrilhantada pela presença dos formando, familiares e convidados e também do “secretário executivo da Aesp, Nartan Andrade; o comandante do BPMA, tenente-coronel Ricardo Jorge Pinheiro Mota; e a coordenadora de Ensino e Instrução da Academia, Roberta Barbosa Monteiro.”

A postagem destacou, também, a presença do “Secretário do Meio Ambiente do Estado do Ceará, Artur Bruno,” que enfatizou:

O mundo não tem futuro se nós não valorizarmos o meio ambiente. Vocês estão vendo aí todos os dias nos meios de comunicação o grande problema do aquecimento global, da emissão dos gases de efeito estufa, do desmatamento, das queimadas, das caças aos animais silvestres, que alguns estão em extinção, ou seja, vocês terão a possibilidade de salvar a natureza, juntamente com outros que têm o mesmo objetivo.

 

Fonte: PMCE.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*