103,6 kg de drogas e 41 armas de fogo apreendidas e 72 pessoas presas pelos policiais militares paraibanos, nas operações realizadas no final de semana

 

No portal da Polícia Militar do Estado da Paraíba (PMPB), há uma postagem relatando as ações bem-sucedidas dos profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública daquela Instituição Militar Estadual, com “apreensão de 41 armas de fogo, 103,6 kg de maconha, 109 papelotes de cocaína e 106 comprimidos de anfetamina e artane” e “a prisão de 72 suspeitos de vários crimes, em toda Paraíba.”

Destacou-se, também que as operações, iniciadas na última quinta-feira (12), foram concluídas com a apresentação do “balanço, que foi divulgado pela corporação nesta segunda-feira (16)”, onde foi destacado “que mais de 40% das prisões (em 31 casos) os suspeitos já tinham passagem pela polícia, ou seja, eram reincidentes.”

Leia mais informações, no post publicado, no portal da PMPB, e transcrito a seguir:

Um dos casos foi de um suspeito de 29 anos, que foi preso no sábado (14), após perseguição no bairro de Jaguaribe, na Capital. Ele estava com uma pistola calibre 380 e foi flagrado por moradores realizando disparos para o alto, com o intuito de intimidar as pessoas que passavam na rua. O acusado já tinha passagens pela polícia por formação de quadrilha, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e por envolvimento com explosões a bancos e arrombamentos de lojas de departamento, inclusive com a participação de criminosos do estado do Mato Grosso.

Outra prisão de reincidente no crime aconteceu em Mandacaru, também em João Pessoa, onde um suspeito de chefiar o tráfico na comunidade Porto de João Tota foi preso com quase 100 kg de maconha no quintal de casa. O acusado, que tem 22 anos, está respondendo a processos por formação de quadrilha e porte ilegal de arma.

Ao todo, foram mobilizados 2.500 policiais para as operações Nômade, Malhas da Lei, Saturação e Impacto, que foram realizadas desde 0h da última quinta-feira até a madrugada desta segunda-feira (16). A maior delas foi a Impacto, que ocupou bairros e comunidades das cidades de João Pessoa e Santa Rita, na noite da sexta-feira e madrugada do sábado, contando com a presença de drones e do helicóptero Acauã.

As prisões – Das 72 prisões realizadas nas operações, 39 foram por porte ilegal de arma; 9 em cumprimento a mandados de prisão por roubos e crimes contra a vida; 8 por roubo; 7 por tráfico; 3 por furto; 3 por tentativa de latrocínio; e 3 por homicídio consumado/tentado.

 

Fonte: PMPB

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*