CONHEÇA A PATRULHA MUSICAL: MÚSICA E SEGURANÇA NA SUA REGIÃOO Corpo Musical da Polícia Militar lança a Patrulha Musical, uma ação social que visa estender as atividades oferecidas pela unidade em pontos da capital.A patrulha é composta por 8 policiais militares, todos com formação especializada em música, que atuam juntamente com o efetivo operacional em Bases Comunitárias Móveis, levando boa música, alegria e interação junto à população.Assista a entrevista do Cabo Budai:#IssoéPM#podeconfiarpmespCOMUNICAÇÃO SOCIAL PMESP

Posted by Polícia Militar do Estado de São Paulo on Saturday, September 16, 2017

0

Ações preventivas e de entretenimento dos policiais militares paulistas, nas ruas da cidade de São Paulo

 

Foi noticiado, Num post do FaceBook da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP),há a sguinte orientação: “Assista a entrevista do Cabo Budai” e você verificará que, mediante os profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, desenvolve ações preventivas e de entretenimento aos cidadãos paulistanos.

No post mencionado, destacou-se que:

O Corpo Musical da Polícia Militar lança a Patrulha Musical, uma ação social que visa estender as atividades oferecidas pela unidade em pontos da capital.

A patrulha é composta por 8 policiais militares, todos com formação especializada em música, que atuam juntamente com o efetivo operacional em Bases Comunitárias Móveis, levando boa música, alegria e interação junto à população.

O bom exemplo da Patrulha Musical, ora demonstrado pela PMESP, concorre para que, no espaço de atuação da Base Comunitária Móvel (BCM), os cidãdaos experimentem, além da sensação de segurança, momentos de satisfação promovidos pela música.

Espaços iguais ao que é destacado (principalmente nas praças dos municípios), onde funcionam as BCM, devem ser reconquistados e utilizados pelas pessoas idosas e crianças, legítimas frequentadoras das praças seguras.

Fica a Dica de Inovação: os policiais militares brasileiros devem oferecer as condições de segurança aos cidadãos e respectivas comunidades.

 

Fonte: PMESP.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*