Mais um policial militar foi sepultado no Estado do Rio de Janeiro

O vídeo do Jornal Nacional informou que:

Chegou a 90 o número de policiais militares assassinados no Estado do Rio em 2017. Na manhã desta sexta-feira (21), o soldado Fabiano de Brito e Silva reagiu a um assalto em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele era casado e tinha três filhos.
Um helicóptero atingido por um tiro quando sobrevoava o morro do Vidigal teve que fazer um pouso de emergência perto da praia de São Conrado. O piloto e os três passageiros não se machucaram.
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, voltou nesta sexta para o spa em que está cuidando da saúde.
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, anunciou para os próximos dias o envio de mais tropas federais para o Rio de Janeiro: homens das Forças Armadas, da Força Nacional e da Polícia Rodoviária Federal. O ministro não deu números, mas disse que o reforço vai permanecer no Rio até o fim de 2018.

Tudo indica que continua a situação destacada neste Pontopm na seguinte notícia:

A realidade fática do principal líder de um órgão de proteção pública que depende, lamentavelmente, de um poder político anacrônico e ultrapassado

Fonte: Jornal Nacional.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*