Polícia Militar do Distrito Federal publica nota de esclarecimento sobre a prisão de um artista

A exemplo do que acontece, invariavelmente, nas organizações de eventos públicos, artísticos e de entretenimentos, os responsáveis deixam para a última hora ou não solicitam o apoio dos órgãos públicos de proteção.

Consequentemente, cidadãos incomodados com essa ou aquela situação, julgada desfavorável, a si ou a familiares, não se titubeiam. Liga para o “190” e solicitam a imediata proteção estatal.

À Polícia Militar e aos profissionais de polícia ostensiva e preservação da ordem pública competem, tão somente, a atuação sob o Pálio da Lei. Não lhes são permitidos discuti-la, ignorá-la e muito menos descumpri-la.

Daí, as explicações inseridas na Nota de Esclarecimento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) publicado no portal da Instituição Militar Estadual e transcrito a seguir:

A Polícia Militar reafirma seu compromisso com a segurança pública, com o bem-estar da sociedade e a liberdade cultural. Entretanto, em relação ao lamentável episódio envolvendo o artista Maikon Kempinski ocorrido no sábado (15), a atuação dos policiais ocorreu dentro do estrito cumprimento do dever legal. Tendo em vista que a produção do evento não adotou os cuidados necessários para que a classificação indicativa de 16 anos fosse respeitada, os frequentadores da Praça da República solicitaram a presença da Polícia Militar. A falha portanto, não foi provocada pelo artista, muito menos pelos policiais, mas sim pelos responsáveis por organizar a apresentação, uma vez que não providenciaram qualquer tipo de estrutura que pudesse evitar a presença de crianças e adolescentes no local. Da mesma forma, a organização não buscou autorização da Secretaria de Segurança Pública nem mesmo da Administração Regional, valendo-se apenas de uma permissão da direção do Museu da República.
Assim, tanto a população quanto os policiais não tinham naquele momento qualquer conhecimento de que se tratava de uma performance artística. A Polícia Militar lamenta o ocorrido e orienta os organizadores de eventos similares que busquem junto as autoridades competentes a devida autorização para que futuras apresentações sejam realizadas de forma adequada e segura.

Veja o vídeo divulgado pelo portal G1-Pataná RPC.

Fonte: PMDF.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*