500 metros de redes e materiais ilegais de de pesca foram apreendidos por policiais militares sul-mato-grossenses, no Rio Paraná

Os profissionais de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul (PMMS) e atuantes nas atividades de polícia ostensiva ambiental, autuaram “500 metros de redes de pesca (petrechos proibidos)”, no Rio Paraná.

Além disso, “Foram soltos em torno de 30 kg de peixes vivos que estavam presos às redes no momento da retirada”.

Leia outras informações, na notícia publicada no portal da PMMS e transcrita a seguir:

Campo Grande (MS) – Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo realizou fiscalização ontem (8) e madrugada de hoje no rio Paraná no município e apreendeu 500 metros de redes de pesca (petrechos proibidos). Parte do material ilegal também foi encontrada na Lagoa Saraiva, no Parque Nacional da Ilha Grande, na divisa com o Estado do Paraná.
Os infratores que armaram as redes não foram localizados e nem identificados. Foram soltos em torno de 30 kg de peixes vivos que estavam presos às redes no momento da retirada. Este tipo de fiscalização é fundamental. A retirada desta quantidade de petrechos ilegais dos rios impede a degradação dos cardumes.

Fonte: PMMS.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*