Policiais militares de Belém (PA) são qualificados para as atividades de polícia ostensiva escolar

Durante o curso, trabalhamos três processos finalísticos. Nós aprimoramos nossa forma de fazer a ronda escolar, os atendimentos emergenciais, identificando os cuidados nos atendimentos de ocorrências com caráter de emergência. O Curso de Policiamento Comunitário Escolar apresenta ferramentas, metodologias, para fazer com que a comunidade escolar participe do planejamento e das ações para prevenção da violência e criminalidade no ambiente escolar. Com esta capacitação, ampliamos o esforço na prevenção. Agora nós temos formas de ver e como captar esse esforço da comunidade escolar também.
major Jorge Aragão comandante da CIPOE.

O texto destacado pelo comandante da Companhia Independente de Polícia Escolar foi extraído de uma notícia publicada no portal da Polícia Militar do Estado do Pará (PMPA). Nele, encontram-se considerações importantes sobre uma nova forma de desenvolver as atividades de polícia ostensiva escolar — uma das mais importantes ações de polícia comunitária — atualizada, mediante um curso de capacitação, para que os policiais militares possam prevenir a “violência e criminalidade no ambiente escolar.”

Leia mais informações, igualmente importantes, encontradas na notícia que é transcrita a seguir:

A Companhia Independente de Polícia Escolar (CIPOE) promoveu nesta segunda-feira,03, na Estação Gasômetro, em Belém, a solenidade de encerramento do 1° Curso de Policiamento Comunitário Escolar. O Curso tem objetivo de promover o fortalecimento e aproximação da relação entre Polícia Militar e as Comunidades Escolares, visando estabelecer uma estreita cooperação para a diminuição dos índices de violência e criminalidade nas escolas
Trinta e nove policiais militares concluíram o curso que teve carga horária de 173 horas, onde foram ministradas as seguintes disciplinas: Direitos Humanos, Relações Interpessoais, Tiro defensivo, Instrumentos de menor potencial ofensivo, Mediação de Conflitos, Policiamento Comunitário Escolar, Direito Aplicado a atividade policial militar e Atendimento Policial à Criança e ao Adolescente. “Durante o curso, trabalhamos três processos finalísticos. Nós aprimoramos nossa forma de fazer a ronda escolar, os atendimentos emergenciais, identificando os cuidados nos atendimentos de ocorrências com caráter de emergência. O Curso de Policiamento Comunitário Escolar apresenta ferramentas, metodologias, para fazer com que a comunidade escolar participe do planejamento e das ações para prevenção da violência e criminalidade no ambiente escolar. Com esta capacitação, ampliamos o esforço na prevenção. Agora nós temos formas de ver e como captar esse esforço da comunidade escolar também”. Relatou o major Jorge Aragão comandante da CIPOE.
Para a tenente Patrícia Ellen, oradora e primeira colocada do curso, se sente realizada por ter concluído mais uma formação que agregou conhecimento diferenciado por ser totalmente voltado para o ambiente escolar, “O nosso curso durou 28 dias e neste tempo, tivemos quinze disciplinas. Para mim, é uma satisfação enorme”.

Fonte: PMPA.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*