Cavalaria da Polícia Militar de Alagoas participa de curso na Guarda Nacional Republicana de Portugal

Notícia publicada no portal da Polícia Militar do Estado de Alagoas destacou que um oficial da Instituição Militar Estadual participou do “37º Curso de Restabelecimento e Manutenção da Ordem Pública a Cavalo (CRMOP) oferecido pela Guarda Nacional Republicana de Portugal (GNR) e realizado naquele país.”

Leia outras informações, na notícia transcrita a seguir:

O representante da Polícia Militar de Alagoas que participou do curso foi o tenente Diego Vieira, pertencente ao Regimento de Polícia Montada Dom Pedro I, a Cavalaria da PMAL, que se juntou a mais 20 alunos, sendo cinco brasileiros de outras polícias militares e mais 15 policiais da GNR. O oficial obteve ótimo desempenho, sendo o segundo colocado geral da turma.

O oficial conta que o foco das instruções era a qualificação dos militares para atuarem no planejamento e execução de operações de Controle de Distúrbios Civis e em situações de quebra da ordem pública, em ambientes rurais e urbanos.

“Fomos submetidos a várias situações que envolvem estresse e soluções imediatas frente aos problemas apresentados, exigindo dentre outras características, capacidade física e intelectual dos policiais”, destacou o tenente Diego. Acrescentando ainda que tiveram instruções práticas de tiro, choque montado, equitação e outros exercícios práticos envolvendo a infantaria (choque a pé feito em Portugal) e cinotecnia.

Ele ressalta que a doutrina portuguesa é diferente da brasileira, mas que poderá ser atrelada as ações do RPMon. “Eles têm uma doutrina própria adequada à realidade deles, mas que é extremamente aplicável em nossa realidade, então tudo que eu aprendi lá vai ser mesclado com a nossa doutrina e repassado para a nossa tropa”.

O comandante-geral, coronel Marcos Sampaio, destaca a importância de investir na atualização técnica da tropa para subsidiar melhor os procedimentos operacionais e melhor assistir à população alagoana.

“Qualquer especialização possibilita que os policiais militares adquiram além do conhecimento técnico, virtudes eminentemente éticas e não apenas técnicas, e a segurança necessária para atuar com disciplina e senso do dever, para cumprir a missão de um serviço imprescindível para a sociedade organizada”, enfatizou Sampaio.

Fonte: PMAL.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*