“Suécia arquiva investigação por estupro contra Assange”.

Comemorando “Vitória!”, Julian Assange, o fundador do WikiLeaks foi fotografado nessa sexta-feira (19), na sacada da Embaixada do Equador, em Londres, após tomar conhecimento de que a Justiça Sueca teria anunciado o arquivamento da investigação por estupro, iniciada em 2010, e que movida contra ele, informou a Rádio França Internacional (RFI).

Aquela emissora destacou também que:

“A promotora Marianne Ny decidiu arquivar a investigação por suposto estupro contra Julian Assange”, informou o Ministério Público da Suécia em um comunicado. As autoridades suecas tinham até esta sexta-feira para prorrogar ou não o pedido de prisão em um tribunal de Estocolmo. A decisão será explicada mais tarde em coletiva de imprensa.

O arquivamento da investigação é uma vitória para o ex-hacker australiano, que sempre negou as acusações apresentadas contra ele por uma mulher sueca, em agosto de 2010.

Na notícia divulgada pela RFI, consta ainda que:

Assange está refugiado desde junho de 2012 na embaixada dos Equador em Londres, onde buscou ajuda para escapar de uma extradição à Suécia depois de esgotar todos os recursos judiciais no Reino Unido.

O australiano sempre denunciou uma manobra para ser extraditado posteriormente aos Estados Unidos, onde poderia ser julgado pela divulgação de documentos militares e diplomáticos americanos de caráter confidencial.

Em novembro do ano passado, após uma série de complicações no processo, o hacker australiano finalmente foi interrogado na embaixada de Londres por um promotor equatoriano e na presença de magistrados suecos. Na ocasião, ele enfatizou sua inocência e declarou que as relações sexuais com a mulher sueca foram consensuais.

Fonte: RFI.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*