Polícia Militar do Tocantins realiza o 1º Curso de Patrulhamento em Ambiente Rural.

Nesta terça-feira (21), foi realizada uma cerimônia de conclusão do 1º Curso de Patrulhamento em Ambiente Rural (CPAR), no auditório do Quartel do Comando Geral, em Palmas, no Estado de Tocantins. Foram 26 policiais militares que se especializaram, ainda mais, para os desafiantes misteres da polícia ostensiva e preservação da ordem pública.

Desenvolvido em parceria com a Polícia Militar do Mato Grosso (PMMT) e com carga horária de 150 horas/aulas, o objetivo síntese do curso foi “aprimorar práticas de combate à criminalidade e aumentar a segurança do cidadão tocantinense”. Foram desenvolvidos três eixos temáticos — modos de atuação da modalidade de crime “Novo Cangaço”, patrulha rural e operações ribeirinhas —, destacados na ” leitura da ata de conclusão de curso.

Durante a solenidade de conclusão do curso, foram registrados os seguintes acontecimentos:

Em seguida, os formandos receberam o brevê de conclusão de curso dos instrutores oriundos da PMMT, o capitão João Fernando de Souza Assunção, os sargentos Antonio Vieira de Abreu Filho e Joailton Lopes Amorim, os cabos Luiz Fernando de Sousa e Lucio Eli Moraes e os soldados Josias Neres dos Santos, Maurilo Viana Rodrigues e Alvino dos Santos Arruda que ainda foram homenageados com a entrega de certificados “Amigo da PM”.

Em ato contínuo, o comandante geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos, o subsecretário de Segurança Pública, Abizair Paniago, o comandante do 22º Batalhão de Infantaria do Exército, tenente-coronel Athos Roberto Souza, o chefe do Estado-Maior dos Bombeiros Militares, coronel Reginaldo Leandro da Silva, o comandante da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), major Abner Alves Martins e instrutores do 1º CPAR descerraram a placa alusiva à conclusão do curso.

O major Abner Alves Martins, comandante da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), que também realizou o curso, agradeceu o empenho dos instrutores em compartilhar conhecimento e dos alunos em buscar o aperfeiçoamento.

“As expectativas sobre o 1º CPAR eram as melhores possíveis, tanto no campo do conhecimento quanto na integração entre os colegas. Com os treinamentos de camuflagem e técnicas operacionais na busca a infratores, em meio rural, utilizadas pela PMMT, com certeza, a PMTO terá excelência em desenvolver ações no combate ao Novo Cangaço”, destacou.

O comandante geral da PM, coronel Glauber, pontuou ainda a importância da parceria entre as coirmãs que somam práticas e técnicas operacionais para o combate à criminalidade.

“Nossa gestão busca capacitar os policiais militares continuamente. A criminalidade utiliza diversos “modus operandi”, entretanto, a Polícia estará sempre à frente, buscando a excelência na prestação de nossos serviços. Agradecemos a disposição dos instrutores em proporcionar a aprendizagem de novas técnicas para nossa corporação”, ressaltou o comandante.

Fonte: PMTO.

0

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*